Será que você está usando o absorvente de forma certa?

1 – Como devo adotar a dimensão do absorvente interno?

A razão é a intensidade do movimento – e não as qualidades locais, como a dimensão da vulva. A vagina é elástica e, por causa disso, se adapta fácil ao produto, versa a ginecologista Graciela Morgado Folador, de São Paulo, filiada à Febrasgo (Coalizão Brasileira das Associações de Ginecologia e Tocologia). O wow é para as mulheres que cria um sangramento verborrágico e o míni para aquelas que sangram pouco.

Veja também nossa postagem como remover espinhas e acnes sem prejudicar sua saúde. 

2 – Posso utilizar apenas esta forma de absorvente?

O absorvente interno pode ser utilizado o partir do sinalzinho do primeiro dia até a borrinha do último, então está liberado ao longo toda a lua. Porém, para isto, necessita ser empregado direito – isto é, ele precisa ficar na vagina por no maximo 4 horas, segundo a ginecologista.

3 – Até ao longo o sono?

Enquanto dorme, você pode ficar com o mesmo absorvente até oito horas. Caso pretenda dormir dez horas ou mais, no meio desse tempo é melhor se avivar, substituir e voltar para a cama. Se não tiver intenção de atrapalhar o sono, é melhor optar por um absorvente externo.

4 – Há o perigo de vazar?

Apenas se você tiver um ciclo verborrágico e adotar uma dimensão insatisfatório (míni ou médio) ou, mesmo que use o wow, permaneça com o mesmo absorvente por mais de quatro horas. A eventualidade de aversão similarmente é remota, já que a material é hipoalergênico.

5 – Se o movimento for rápido, no finzinho da lua, posso ficar com o mesmo absorvente o dia todo?

O tempo de utilização continua sendo de somente quatro horas, uma vez que o produto, além do sangue, absorve o monco cervical. Porém realmente compensa desviar para a dimensão míni a fim de favorecer a afastamento: no momento em que se jesus um absorvente úmido, ele sai de forma mais agasalhado. Nos últimos dias, como o sangramento diminui.

6 – Por é pior ficar com ele?

O absorvente interno faz muito mais que obstruir a saída do sangue. O algodão que a compõe absorve o movimento e, se este sangue ficar estacionado então por um tempo interminável (mais de oito horas), há o perigo do desenvolvimento de bactérias capazes de alvoroçar a flora da vagina, causando infecções parte. Se esquecer de retirá-lo por diversos dias, a mulher corre o perigo de inflamações similarmente no útero e nas trompas. Nos casos mais graves (e felizmente raros!), o micróbio pode adquirir o corrente sanguínea, causando septicemia generalizada.

7 – Quem possui DIU pode utilizar esta forma de produto?

Efetivamente. Eles ocupam espaços distintos: o aparelho contraceptivo é encaixado pelo ginecologista dentro do útero, e o absorvente encontra-se na vagina. Não há ameaça de ao remover o absorvente resultar juntamente o DIU ou de aflar a cordinha perdida. O do absorvente é deixada na chegada da vagina enquanto o do DIU encontra-se lá no alto, saindo somente 1,5 centímetro para fora do regaço do útero.

8 – O que realizar se a cordinha ocultar?

“A vagina é uma rua sem saída”, Nos rigorosos testes feitos pelas fabricantes, a cordinha não arrebenta, porém às vezes ela pode ficar dentro da vagina. Faça uma pinça com os dedos para aflar. Se não der certamente. Às vezes não encontra o absorvente se desesperando. Ele pode ter caído no momento em que foi ao latrina e tirou vigor para secretar. Deixando a cordinha constantemente explícito, o afastamento é menos difícil e diminui a ameaça de você esquecer o tampão então dentro. Você similarmente pode pegar o hábito de substituir o absorvente no momento em que fizer cocô. Isto diminui o perigo de contaminação da cordinha por bactérias ocasionalmente existentes nas sedimento.

9 – Após sair da piscina ou da vasteza, ele necessita ser longe de imediato?

Somente se você sentir que ele encharcou ou começou o vazar, porém isto não é corriqueiro. Se estiver no lugar certamente, a água não metediço na vagina.

10 – Qual é a melhor forma de usar?

De pé com uma perna erguida apoiada no vaso sanitário. Coloque o absorvente entre os dedos, formando uma pinça, empurre com o dedo até o meio.

11 – Há uma forma de contraindicação?

Não. Até virgens são capazes de utilizar. Porém é notável ir antes ao ginecologista para checar a forma de hímen – o maior parte das mulheres possui exórdio publicar-se, que não oferece resistência, no entanto alguma são capazes de entregar um filme no meio, que inviabiliza a preparação do absorvente. segundo a médica, ele pode ser utilizado mesmo na figura de candidíase, que se caracteriza por fluidez esbranquiçado, uredo e inspiração. Ao longo a lua, como a vagina encontra-se lubrificada. “Em maior parte, o absorvente interno é bem mais higiênico que o externo, uma vez que o sangue menstrual não encontra-se em contato.

12 – O acumulador menstrual é uma ótima alternativa?

O copinho de silicone, existente no mercado em 2 tamanhos, encaixado na vagina para agasalhar o sangue menstrual, é extremamente irrepreensível: diminui os gastos com absorventes e a fabricação de lixo. Porem requer mais atenção na preparação e na limpeza.

Deixe uma resposta