O que é o anticoncepcional Cyclofemina?

Cyclofemina trata-se de um medicamento utilizado por mulheres que desejam prevenir uma gravidez indesejada, obter a regularização de seu ciclo menstrual e diminuir os efeitos da Tensão Pré-Menstrual (TPM) como cólicas e enjoos.

Esse anticoncepcional é injetável, o que significa que a usuária aplica o remédio apenas uma vez por mês, entre o primeiro e o quinto dia depois do início do ciclo menstrual, na região do glúteo para obter os efeitos esperados.

Somente entre 27 e 33 dias depois de ter feito a aplicação é que ela deve injetar a substância novamente. Nas próximas vezes, será preciso seguir a mesma linha, aplicando o remédio em intervalos de 27 a 33 dias.

O método é prático e facilita bastante a vida das mulheres, especialmente daquelas que costumam se esquecer de tomar a pílula anticoncepcional de vez em quando.

Porém, se mesmo com toda essa descomplicação a consumidora esquecer de aplicar o anticoncepcional no dia certo, a indicação é que se espere a próxima menstruação para dar reinício ao tratamento.

Outros efeitos colaterais

Além da mudança de peso, outros efeitos colaterais podem surgir com o uso do medicamento. São eles: o sangramento intermenstrual (um sangramento vaginal que não possui relação com a menstruação), alteração no padrão de sangramento, náusea, dor de cabeça, vômito, menorreia (fluxo normal da menstruação) e acne.

Cyclofemina ainda pode causar a mastalgia (dor nos seios, também chamada pelo nome de mastodinia), alterações metabólicas e hepatopatia (doenças no fígado).

Contraindicações

O anticoncepcional não é indicado para mulheres grávidas ou com suspeita de gestação, que tenham trombose venosa profunda em situações que também ocorrer a embolia pulmonar, em casos de doença vascular cerebral e coronariana, com hipertensão arterial moderada à severa, com mais de um fator de risco de doença arterial, que sofrem ou já tenham sofrido com hepatopatias ou que tenham tido icterícia – coloração amarelada na pele em decorrência do acúmulo de bilirrubina no organismo durante alguma gravidez anterior ou por conta do uso de esteroides.

Quem já teve ou tem porfiria (condição que causa deficiências enzimáticas), tumores hepáticos malignos ou benignos, câncer de mama, neoplasias (câncer) estrógeno-dependentes, hiperlipoproteinemia – doença em que os níveis de lipídios e/ou lipoproteínas no sangue, que apresentem citologia grau III ou mais no papanicolau, hiperlipoproteinemia a algum dos componentes da fórmula, epilepsia, enxaqueca, diabetes mellitus ou depressão severa também não deve fazer o uso do produto.

Preço e onde comprar 

A embalagem com uma ampola, contendo 0,5 ml de suspensão injetável de Cyclofemina, custa aproximadamente R$ 20,00. O medicamento pode ser encontrado em farmácias e drogarias, em suas lojas físicas ou no mundo virtual, e a sua venda é feita mediante apresentação de receita médica.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite 

Deixe uma resposta