O curioso e incrível caso de Benjamin Button

O Curioso caso de Benjamin Button foi escrito por F. Scott Fitzgerald, que publicou ele pela primeira vez em 1922, e ele só foi virar filme em 2009. Muita gente ao assistir o filme acaba se convencendo de que a história foi baseada em fatos reais, mas na verdade não, é apenas ficção e se eu pudesse dar um palpite diria que foi inspirado em um texto de Charles Chaplin:

“A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

“Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?”

Charles Chaplin.

Mas apesar do filme não ser baseado em fatos reais, existem duas doenças que tem os sintomas muito parecidos com o caso citado no filme, conheça:

Caso você queria assistir esse filme completo basta clicar aqui para ser rederionado para o You Tube e poder ver como este filmes é realmente emocionante.

Síndrome de Huntchinson-Gilford

Essa síndrome também conhecida como progeria é uma doença muito rara, que é causada por um defeito genético que faz com que crianças envelhaçam rápido, normalmente sete vezes a mais do que o normal.

Os recem-nascidos são aparentemente normais, mas por volta dos 18 meses, já é possível ver que a pele deles começa a enrugar e os cabelos ficam ralos, além de desenvolver doenças normalmente atribuidas a pessoas de idade como: artrite, osteoporose e problemas cardíacos.

Um dos casos mais conhecidos dessa doença é o da britânica Hayley Okines, que tem atualmente 16 anos. Apesar da pouca idade, Hayley tem o corpo parecido com uma pessoa de 105 anos. Já foram feitos vários documentários mostrando a sua vida e concientizando as pessoas sobre a sua doença.

Leucodistrofia

A leucodistrofia também é causada por complicações genéticas, e pode transformar adultos em crianças. Ao contrário da progeria ela só aparece depois de certo tempo de vida, e é causada pela destruíção da mielina, que é indispensável para o nosso sistema nervoso e está relacionada ao transporte de impulsos nervosos.

Atualmente já foram detectados pelo menos 30 tipos diferentes de leucodistrofias, elas afetam o sistema nervoso, e levam as pessoas a perderem os movimentos e a capacidade de pensar aos poucos. Um caso bem famoso é o dos irmãos Mathew e Michael, de 40 e 43 anos, a doença fez com que ambos agissem como crianças.

Matthew perdeu seu emprego e acabou despejado de casa. Michael, que possui idade mental de 10 anos, foi membro da Força Aérea Real na Inglaterra e também precisou largar o emprego. Os dois tiveram que voltar a para a casa dos pais e passam o dia se divertindo como crianças.

Deixe uma resposta